Escolha uma Página

A Polêmica do Uso do Simulador na Formação de Traders

por | 11 / junho / 2018

 

Já vou logo dizendo que eu sou adepta ao uso do simulador. Maaaaaas, se for usado nos momentos certos e da forma certa.
Nossa Luana! Agora você falou pouco e ainda por cima não disse nada.
Calma aí que eu vou te explicar direitinho.

 

A primeira coisa que você precisa entender é que o simulador não é um joguinho que serve para você se divertir ou passar o tempo. O simulador é uma ferramenta de trabalho, uma ferramenta do seu trabalho. E você precisa levá-lo a sério e usá-lo com muita sabedoria pois se souber fazer isso, ele pode ser um recurso importantíssimo para sua evolução como trader.
E eu vou te dizer quais são os momentos, ou as situações em que fazer uso do simulador é uma boa escolha na minha opinião.

 

Você certamente já ouviu aquela expressão que dói muito menos aprender com o erro dos outros, não é mesmo? E eu posso garantir pra você que dói muito menos no bolso se você aprender o que dá pra aprender usando o simulador.

 

Continuar Lendo

O primeiro momento em que você deve fazer uso do simulador é quando você está iniciando no mercado financeiro. Você deve começar sim pelo simulador.
Para você se familiarizar com a plataforma pela qual você vai operar, para você realmente aprender a utilizá-la como ferramenta. Aprender as formas de executar as ordens de compra e de venda, e principalmente para adquirir agilidade na hora de manusear, de plotar as ordens e de fazer as suas análises.
Caso contrário, você pode perder dinheiro porque comprou sem querer quando queria ter vendido!

 

Além disso, é importante você adquirir familiaridade com os componentes da estratégia que você escolheu para operar e também com a dinâmica do ativo.
Talvez você tenha escolhido uma estratégia que usa três tempos gráficos, duas médias móveis, bandas de Bollinger, ou então, uma estratégia que usa leitura do book, Times & Trades.
E você precisará adquirir domínio desses componentes para poder executar a técnica, e você pode (e deve) usar o simulador pra adquirir essa experiência.

 

O primeiro caso é esse, quando se está iniciando no mercado, porque não faz o menor sentido você perder dinheiro para aprender a usar uma boleta de operação, pra plotar as ordens ou pra posicionar um stop.
Não faz sentido você perder dinheiro pra adquirir a experiência para compreender a operacionalização da sua técnica.
Use o simulador para isso. Vá se familiarizando com a plataforma, com a dinâmica do ativo e com as suas técnicas e estratégias e só depois passe a operar na conta real.

 

E se você nuuuunca operou no mercado, nem pense em fazer isso direto na conta real!!! É tipo a criança que nunca andou de bicicleta e quer logo andar sozinha numa bicicleta sem rodinha. Ela vai cair um tombo!
Então comece sempre no simulador!!!

 

O segundo momento em que você deve usar o simulador é quando você quer adquirir mais conhecimento da dinâmica do mercado. Independentemente se você está começando agora ou já opera há mais tempo, mas percebe que não está compreendendo bem os movimentos do mercado.

 

E isso porque, muitas vezes, quando entramos numa operação e estamos na conta real e ainda não temos muita segurança ou nos deixamos afetar por muitos aspectos emocionais, tendemos a permanecer focado apenas na variação do preço do ativo (se tá subindo, tá descendo, se está indo a favor ou contra, se vai pegar o stop ou vai dar gain). E a gente meio que esquece ou fica cego para analisar os outros parâmetros que fazem parte da nossa técnica e que são importantes para a tomada da decisão correta.

E se você estiver no simulador, você vai aos poucos se adaptando a isso. Você entra na operação e você consegue se manter um pouco mais calmo, sem tanta pressão, e com isso consegue visualizar e analisar uma maior parte de fatores envolvidos e aí tomar suas decisões de forma mais racional. E você habitua a sua mente a trabalhar dessa forma.

Então, se você quer adquirir mais essa capacidade de entender o ativo que você opera, de entender o mercado, é bom você usar o simulador pra você não focar apenas no resultado da sua operação mas na dinâmica do mercado como um todo.

 

Outro momento em que eu recomendo fortemente a você usar o simulador é para testar coisas novas, seja um ativo que você ainda não opera ou então uma nova estratégia, um novo setup, uma nova forma de operar.

 

Por mais que você saiba que aquela nova estratégia é boa, que tem dado resultados positivos para outros traders, pode ser que pra você não dê, ou pode ser que você precise fazer ajustes para adequá-la à sua realidade ou ao seu jeito de operar.
E você não precisa perder dinheiro na conta real pra saber se determinada técnica tem potencial de funcionar para você ou não. Você não precisa perder dinheiro pra entender que a forma como você opera no dólar não funciona do mesmo jeito no índice.

Então, quer fazer coisas novas, quer operar outros ativos? Testa primeiro no simulador. Faz os ajustes necessários, masteriza, e aí sim transfere isso pra conta real.

 

Agora se você já opera há mais tempo, se você já está na conta real, o simulador pode te ajudar a criar um hábito que pra muitos traders é extremamente difícil: o hábito de respeitar o seu trading plan.

 

Então é mais o menos o seguinte.
Você tá operando e tomou seu stop loss diário, aí você para de operar na conta real, mas quer continuar operando, acompanhando e estudando o mercado? Então vai pro simulador.

E se bateu a sua meta? Independente se você faz “loss from top” ou não… A mesma coisa!!! Quer continuar acompanhando o mercado? Quer estudar e operar? Faz isso no simulador.

E a não ser que você já seja um trader profissional, eu recomendo fortemente que você faça isso, que você permaneça mais tempo no mercado.

 

Essa história de “ah, bati minha meta, vou pra praia”… calma lá, você ainda pode aprender muito nesse dia. Podem acontecer várias coisas nas próximas horas que serão situações que podem te preparar pro futuro.

Maaaaas… entretanto, contudo, todavia… isso só é válido se você operar no simulador da mesma forma como tem operado na conta real, ou seja, você tem que seguir o seu trading plan também no simulador. A não ser que você esteja testando novas estratégias, senão não faz o menor sentido.

 

A minha visão é que, a não ser que você já tenha alcançado a tão almejada consistência e esteja batendo a meta todos os dias, nada de ir pra praia ou ir pescar. Fica mais um tempo no mercado, independente se foi dia de gain ou foi loss. Vai estudar e faz uso do simulador pra isso.

 

E esses são os momentos e a forma adequada que eu acredito que fazer uso do simulador seja uma ferramenta importante no desenvolvimento de um Trader Vencedor.

 

Simulador é ferramenta de trabalho!


Se você gostou do nosso conteúdo, curte a nossa página no Facebook. Acompanhe a gente no YouTube e no Instagram pra ficar por dentro dos conteúdos que irão te ajudar a trabalhar os aspectos psicológicos do trade, a ter mais controle emocional e a ser um Trader de Sucesso.


MAIS ARTIGOS

Por que você precisa de controle emocional no trade?

...
Ler Mais

O mercado é um lugar muito caro para se autoconhecer

...
Ler Mais

Pare com esses 3 hábitos negativos

...
Ler Mais

Como mudar uma crença limitante no mercado financeiro

...
Ler Mais

Você precisa melhorar seus resultados?

...
Ler Mais

Como ter mais autoconfiança pra operar no mercado financeiro

...
Ler Mais
Compartilhe e ajude outros Traders